1 de abr de 2008

Cartela de Cores 2008/2009


O Comitê Brasileiro de Cores (CBC) apresenta a sua Cartela de Cores 2008/2009. Lançado bienalmente, o material visa nortear projetos de profissionais, especificadores e consumidores do setor. A Cartela traz 26 cores divididas em quatro grupos de comportamento, todos baseados no tema "Realizando Sonhos", abordando o gosto pela fantasia e pelo imaginário. São eles: Ecotom, Ludis, Neogolden e Maximini.

ECOTOM

Qual o tom? Verdes das matas fechadas, azuis de águas cristalinas, amarelo do sol escaldante, terracota de terras secas? Tudo isto e mais um pouco. Brasil, terra multicolorida, berço original do mundo tropical com sua reserva florestal, a maior do mundo. Ecologia vira sustentabilidade.

Era do Verde, fator determinante da tendência ECOTOM.

Os tons verdes são apostas certas, seguidos do preto e dos neutralizado, propondo a união dos brasileiros em busca de nova identidade.

LUDIS

Brincar, rir, viver feliz ! Quem não gostaria de poder dar basta a contratempos e dificuldades do tempo cotidiano? Este movimento caminha a passos largos para concretizar um comportamento lúdico e sonhador, que norteia o dia a dia de seus adeptos. O tons são fortes usa e abusa de grafismos coloridos que envolvem a forma principal, dentro de um contexto onírico.

MAXImini

Privilegiar uma estética de excessos é a vez, o que permite inventar coisas que não existem e que se tornarão únicas. Temos o hábito de dizer que a arquitetura cria lugares imaginários de uma realidade, portanto projetos devem nascer da imaginação alimentada pela emoção. Formas, medidas e cores transformam-se atingindo proporções emocionais que aguçarão sentimentos escondidos. Alongar, aumentar, distorcer ou então minimizar, microscopizar modificam a estética de vez. Tendência de vanguarda especula o design patrimonial reeditado em novas dimensões com matérias-primas totalmente originais sobre efeitos óticos muitas das vezes tridimensionais.

NEOGOLDEN

O clean dá vez a tudo que estiver guardado no baú. Tempo de comemorações!

No filme A Era do Ouro, que retrata Elizabeth I no ápice de seu reinado, encontra-se a representação fiel da ostentação e extravagância típicas do Barroco. Ouro em todas as expressões, brocados, rendas, bordados e purpurinas recheiam o conteúdo formal de uma época. A necessidade da aparência para marcar o poder acontece de tempos em tempos e marca o final de um ciclo.

Está na hora de usarmos todos os recursos desses ornamentos, aproveitando os efeitos provocados pela suntuosidade da decoração.

Para maiores informações, acesse http://www.corcecal.com/

FONTE: http://www.abd.org.br/site.asp?CodCanal=41&CodConteudo=385

2 comentários:

  1. Adorei seu post. Acabei de ter uma palestra com a Elisabeth Wey sobre cores- Tendência e Design (ela que é uma especialista da área, atualmente na Suvinil) e ela enumerou justamente as novas cores da cartela 2009. Aqui em Brasília, as vitrines das principais lojas do ramo já estão mostrando o que há de mais novo. Bjo grande!Estou sempre acompanhando seus textos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Thays...
    Obrigada por acessar meu blog! Fico contente em saber que meus textos lhe agradam!
    Sobre as cores, acredito que cada vez mais teremos informações e inovações sobre elas, incluindo as tendências e aplicações!!!

    ResponderExcluir

Para dúvidas, sugestões, comentários ou qualquer outra informação que achar importante, deixe sua mensagem aqui!