27 de abr de 2008

Salão Internacional do Móvel de Milão 2008

Durante essa última semana estive acompanhando o que aconteceu de mais importante no Salão Internacional do Móvel em Milão este ano. Entre os dias 16 e 21 de Abril, foi possível ver mais de 2000 expositores, em um espaço de 500 mil metros quadrados, no Pavilhão de Exposições de RHO, que fica fora da área urbana de Milão e foi projetado pelo arquiteto italiano Massimiliano Fuksas.


Na verdade são várias feiras em uma só, com eventos que acontecem simultaneamente cm outros, todos de grande importância, como vídeo instalações, lojas que adaptam seus produtos e vitrines ao evento e aos clientes, o comércio em geral cria mostras e exposições com seus produtos, trabalhando novas leituras do mesmo.


Uma das coisas bem legais do Fuorisalone foi a comemoração do aniversário de 40 anos da poltrona "Sacco", produzida pela Zanotta, que é aquele puff vendido em semáforos no Brasil, cheio de bolinhas brancas de isopor. Essa poltrona foi criada por três arquitetos chamados Piero Gatti, Cesare Paolini e Franco Teodoro, e começou a ser produzida em 1968, pela própria Zanotta.

Produtos de louça e vidro foram produzidos representando produtos de uso do cotidiano, como caixas de leite, garrafas, entre outros, para criar uma consciência ecológica e deixar o consumidor mais atento ao seu dia-a-dia, com a preservação do meio ambiente.

Além do Salão Internacional, há o Salão Sattelite, onde os novos designers podem mostrar suas criações. Todos os stands deste salão são de estudantes de 22 escolas do mundo, menos do Brasil, que não participou esse ano. A ambientação desse pavilhão ficou por conta da preservação do planeta e da consciência ecológica.

A feira principal é onde estão todos os grandes fabricantes, e que fica dentro do RHO. Lá ficam claros alguns nomes de destaque como Jean Nouvell, que é um dos grandes nomes da arquitetura e do design no mundo, e que ganhou recentemente o prêmio PRITZKER PRIZE (o mais importante da arquitetura). Ele projetou o Museu Du Quai Branly em Paris e o Guggenhein no Rio de Janeiro, que por enquanto não tem previsão para sair do papel.

Além disso, foi possível ver cadeiras e espreguiçadeiras para ambientes para ambientes abertos e/ou públicos, plantas e luminárias em uma peça só, com estilos clássicos e modernos, estantes sensacionais em módulos totalmente adaptados à releitura da civilização moderna, com direcionamento curvo; utensílios de cozinha e decoração.

Também foi possível ver as famosas porcelanas brancas pintadas de azul, chamadas de Delft Blue, que tiveram destaque no Fuorisalone com design diferenciado e que lembram a cultura oriental.

Cozinhas modernas e futuristas puderam aparecer no stand bem mntado da Valcucine, com temas divertidos e trabalhando todas as qualidades que hoje em dia são essenciais e importantes em uma cozinha.

Para quem gosta, vale a pena dar uma olhada no site oficial e se deliciar com as novidades, que em breve chegarão ao Brasil.

FONTES:
www.cosmit.it
www.fuorisalone.it
http://casa.abril.com.br/customizados/brastemp/blog-milao/
www.casaclaudia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para dúvidas, sugestões, comentários ou qualquer outra informação que achar importante, deixe sua mensagem aqui!