30 de ago de 2009

1º Conjunto Habitacional exclusivo para idosos de baixa renda


CDHU inicia construção de primeiro conjunto habitacional exclusivo para idosos de baixa renda

Avaré será o primeiro município de São Paulo a receber um empreendimento do programa Vila Dignidade. Outras seis cidades também terão habitações destinadas a esse público

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) autorizou na segunda-feira, dia 3 de agosto, o início das obras do primeiro conjunto habitacional do programa Vila Dignidade, destinado exclusivamente a idosos de baixa renda. Localizado em Avaré, no interior de São Paulo, o empreendimento de 22 casas será construído pela Construtora Sequência, vencedora da licitação. O investimento está estimado em R$ 1,8 milhão.

O programa Vila Dignidade prevê a construção de pequenas vilas, com até 24 unidades habitacionais, que respeitem os conceitos do Desenho Universal, além de infraestrutura completa e espaços de convivência, onde os moradores terão assistência social e atividades socioculturais e de lazer.

O empreendimento de Avaré terá casas horizontais, com sala conjugada à cozinha, um dormitório, banheiro, área de serviço e uma pequena área externa nos fundos, que pode ser utilizada como jardim ou horta. Como são projetadas para idosos, vários itens de segurança e acessibilidade estão previstos nas residências, como barras de apoio, pias e louças sanitárias em altura adequada, portas e corredores mais largos, interruptores em quantidade e altura ideais, rampas e pisos antiderrapantes, entre outros. As áreas comuns do condomínio também terão recursos de acessibilidade para facilitar a locomoção e dar segurança aos moradores.

Além de Avaré, a CDHU ainda investirá R$ 10 milhões na construção de outros seis conjuntos do programa nos municípios de Cubatão, Caraguatatuba, Itapeva, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Santos. Em seguida, o Governo do pretende expandir o programa para todo o Estado.

Para se candidatar ao Vila Dignidade, o idoso deve ter 60 anos ou mais, ser independente para a realização das tarefas diárias, ter renda mensal de até dois salários mínimos, ser só ou não possuir vínculos familiares sólidos e morar há pelo menos dois anos no município.

O programa Via Dignidade é uma ação conjunta da CHDU, do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (FUSSESP) e das secretarias da Habitação, de Assistência e Desenvolvimento Social (Seads), de Economia e Planejamento e da Cultura, em parceria com as prefeituras de São Paulo.



Reportagem de Ana Paula Rocha
Disponível em http://www.piniweb.com.br//construcao/arquitetura/cdhu-inicia-construcao-de-primeiro-conjunto-habitacional-exclusivo-para-idosos-145871-1.asp, fotos do mesmo site.

Edital de licitação para Nova Luz já pode ser acessado


Prefeitura de São Paulo admite o teto de quase 12 milhões de reais para a melhor proposta de revitalização de região central da cidade

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo lançou dia 6 de agosto o edital de licitação para a contratação da empresa ou consórcio que será responsável pela elaboração do projeto urbanístico da Nova Luz. A Prefeitura de São Paulo admite o teto máximo de quase 12 milhões de reais pela proposta, que determinará a revitalização de 44 quadras da região central da cidade.

A licitação será realizada por meio da modalidade "do tipo técnica e preço". Segundo o Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem, os aspectos técnicos terão peso de 70% e o preço de 30% na seleção dos projetos.

As propostas enviadas compreendem não só o projeto urbanístico, mas também os estudos de viabilidade econômica, mercadológica e fundiária, estudos do impacto ambiental, relatórios de estudos e plano de comunicação. Toda essa documentação deverá ser entregue junto com o projeto urbanístico até o dia 21 de setembro no setor de protocolo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de São Paulo, responsável pela realização do concurso. Depois de selecionado, o vencedor da licitação terá 10 meses a partir da data de emissão de serviço para apresentar o projeto definitivo, que servirá como base para a execução das obras.

O projeto Nova Luz tem como objetivo revitalizar uma área degradada de 498 mil m2 no centro de São Paulo, delimitada pelas avenidas Ipiranga, São João, Casper Líbero, Duque de Caxias e Mauá. Para tanto, junto ao edital vem anexado um termo de referência com cerca de 50 diretrizes que reúnem o que a Prefeitura planeja para a região.

Além das 50 diretrizes a serem seguidas pelos formuladores do projeto, no edital há especificado também como será o procedimento de licitação, a avaliação dos postulantes e o modelo de contrato a ser firmado no futuro com a empresa vencedora. Após a escolha do projeto, mediante a concorrência, será selecionada a empresa que ganhará a concessão para executá-lo.

Para acessar o edital e ler na íntegra, acesse o link abaixo:
http://portal.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/desenvolvimentourbano/legislacao/0005

Reportagem de Victor Martinez
Disponível em http://www.piniweb.com.br//construcao/urbanismo/edital-de-licitacao-para-nova-luz-ja-pode-ser-acessado-146302-1.asp, foto do mesmo site.

23 de ago de 2009

Exposições no Instituto Tomie Ohtake

Paris de Patrick Jouin

30 JULHO A 27 SETEMBRO 2009

Ao simular um passeio pelas ruas de Paris, a mostra constrói uma síntese da obra do consagrado designer francês. Com curadoria de Valérie Guillaume, também curadora de design do Centre Georges Pompidou, a exposição traz ambientes, equipamentos urbanos, mobiliário e objetos criados nos últimos dez anos.

Jean Dubuffet

16 JULHO a 7 SETEMBRO 2009

A primeira retrospectiva na América do SUl de um dos mais importantes artistas franceses do sécuxo XX traz 84 trabalhos entre pinturas, esculturas, desenhos e litografias. Raramente exibidas, fazem parte da mostra as pinturas recortadas
Coucou Bazar que, animadas, marcaram a restrospectiva de Jean Dubuffet no Guggenheim de Nova York, em 1973.

Désirama

30 JULHO A 23 AGOSTO 2009

A exposição reúne trabalhos de jovens arquitetos e paisagistas franceses premiados na edição 2007/2008 no “NAJAP - Novos Álbuns de Jovens Arquitetos e Paisagistas”. A mostra com fotos e textos é resultado de política pública de fomento à arquitetura voltada para profissionais de menos de 35 anos, promovida pelo Ministério da Cultura e Comunicação da França, CulturesFrance e a Cité de l’Architecture & du Patrimoine.
(acaba hoje, mas postei aqui porque precisamos de iniciativas assim aqui no Brasil)

Serviços do Instituto Tomie Ohtake:
Av. Brig. faria Lima, 201, entrada pela Rua Coropés, Pinheiros, SP
Telefone: 11-2245-1900
Aberto de terça a domingo, das 10h às 20h
Entrada Gratuita
OBS: fotos retiradas do site do Instituto e do site http://www.flickr.com/photos/watz/1472273440/

Exposições no MAM

ROBERTO BURLE MARX 100 ANOS: A PERMANÊNCIA DO INSTÁVEL

Início: 17 jul 2009
Término: 13 set 2009
Sala: MAM - Grande Sala MAM

Descrição:

Autor de mais de três mil projetos de paisagismo em 20 países, premiado como pintor e designer de jóias, ceramista, tapeceiro, autor de cenários e figurinos para teatro e óperas, músico, ecologista desde os anos 70, Roberto Burle Marx [SP, 1909-RJ, 1994] ganha homenagem em sua cidade natal, São Paulo.

Lauro Cavalcanti, curador da exposição propõe a fazer um mapeamento da múltipla produção artística (pintura, desenho, gravuras, tecido, tapeçaria, cerâmica, jóias, muranos e projetos paisagísticos) de Burle Marx, o maior dos paisagistas do século 20 e criador da linguagem moderna do paisagismo no mundo.

OBS: no site, é possível conferir entrevistas com José Tabacow (especialista nas obras de Burle Marx), Haruyoshi Ono (sócio-diretor do escritório Burle Marx & Cia) e Robério Dias (diretor do sítio Roberto Burle Marx) sobre a exposição.


JARDIM DE INFÂNCIA: IRMÃOS CAMPANA VISITAM O MAM


Início: 17 jul 2009
Término: 13 set 2009
Sala: Sala Paulo Figueiredo

Descrição:

Os celebrados designers Fernando e Humberto Campana exibem na Sala Paulo Figueiredo um recorte pessoal do acervo de mais de 5 mil peças do MAM-SP.

A idéia do nome surgiu da despretensão com que os Campana fizeram suas incursões no acervo do MAM-SP, “como uma criança que entra no jardim de infância e começa a brincar”, nas palavras de Humberto Campana. Sem querer invadir uma área em que não atuam habitualmente (a única incursão anterior foi uma mostra em 2008 no Cooper-Hewitt, National Design Museum, em Nova York), a curadoria de arte, eles buscaram no cerne de seu trabalho os critérios para criar a mostra.

Serviços do MAM:
Parque do Ibirapuera, portão 3 - s/nº
São Paulo - SP - Brasil
04094-000
Tel.: (11) 5085-1300
Fax: (11) 5085-2342

Horários
Bilheteria: terça a domingo e feriados das 10h às 17h30
Visitação: terça a domingo e feriados das 10h às 18h

Entrada: R$5,50

Meia entrada para estudantes, mediante apresentação da carteirinha
Gratuidade para menores de 10 e maiores de 65 anos, sócios do MAM e funcionários das empresas parceiras
ENTRADA GRATUITA AOS DOMINGOS

Acesso para deficientes físicos

Estacionamento Zona Azul – R$1,80 por duas horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h.

Acesso de ônibus e metrô:
As estações de Metrô próximas são Santa Cruz, Vila Mariana, Ana Rosa, Paraíso, Brigadeiro, que funcionam de segunda a domingo das 6h às 0h.
Use ônibus ou táxi para chegar ao MAM.
Dicas de Ônibus que passam pelo Ibirapuera: Estação da Luz - Linha 5154 - Terminal Sto Amaro / Metrô Brás - Linha 5630 - Jd. Eliana / Metrô Ana Rosa - Linha 675N - Terminal Sto. Amaro - Linha 677A - Vila Gilda - Linha 775C - Jd. Maria Sampaio / Metrô Vila Mariana - Linha 775 A – Jd. Adalgiza.
OBS: foto retirada do site do MAM.

16 de ago de 2009

Jardim Botâncio de São Paulo - Parte 2


No mês passado, estive no Jardim Biotânico de São Paulo e postei as fotos aqui no blog, mas estava frio e o tempo estava nublado. Então hoje, com um sol maravilhoso estive por lá e tirei mais fotos. Foi muito interessante ver que a paisagem muda por causa da luz, fora a quantidade de pessoas que estavam lá... Para entrar peguei uma fila considerável...




E eu adoro, de verdade, tirar foto de flores e plantas exóticas, não canso ficar olhando para elas... E o melhor: todas elas estão disponíveis no CEASA para comprar e colocar em casa, no jardim...





É bom estar no meio da natureza, apesar do cansaço físico, a cabeça parece estar beeeem descansada...










Todas as fotos são de minha autoria...




Serviços do Jardim Botânico no link abaixo:
http://designdeinteriores.blogspot.com/2009/07/jardim-botanico-de-sao-paulo.html