27 de jul de 2010

Obras de Arte Modernas

Eu adoro obras de arte modernas e contemporâneas, sem deixar de admirar as clássicas. Existem no Brasil muitos artistas que eu admiro e a Barbara Ribeiro é uma delas. Algumas de suas obras estão distribuidas ao longo desse post.




A Barbara Ribeiro é arquiteta e artista plástica, com diversas exposições individuais e coletivas, nacionais e internacionais. Além da arte, é professora e co-fundadora da Pós-Graduação Lato Sensu em Design de Interiores na PUC- RJ.

Eu acredito que para ser um bom arquiteto ou arquiteta, a pessoa tem que estar sempre envolvida com a arte, pois é a partir dela que se tem um ponto de partida, uma referência ou inspiração para desenvolver o trabalho. É o famoso repertório!
Ela expõe seus trabalhos da Vilaseca, uma loja de arte conceituada no Rio de Janeiro por oferecer serviços relacionados às obras, como molduras e por trazer artistas novos ao mercado.

A Vilaseca Assessoria de Arte é uma loja que oferece serviços destinados a conservação e valorização das obras de arte. A loja oferece mais de 200 perfis de molduras, do mais simples ao mais sofisticado, em madeira, acrílico, metal e aço. As molduras são exclusivas e projetadas para espaços customizados. Além disso, a Vilaseca é a responsável por toda a venda exclusiva das reproduções das obras de Portinari no Rio de Janeiro, além da curadoria de jovens artistas.

Serviço:
Vilaseca Assessoria de Arte
(21) 2429-8116
www.vilaseca.com.br


OBS: fotos e informações passadas pela Priscilla Poubel da Assessorando.

13 de jul de 2010

Móveis de Fibras

Eu tenho loucura pos móveis de fibra, acho que são um coringa na hora de fazer uma decoração, e vão de projetos extremamente clássicos até os mais modernos.

A maioria deles pode ser usado na área externa e na área interna o uso é livre. Mas normalmente as pessoas acham que esse tipo de mobiliário pode ser usado somente em casas de campo ou de veraneio. O uso é livre e pode ser em todos os tipos de decoração.

A Fibras Arte é uma das empresas pioneiras no Brasil desse tipo de mobiliário, e tem uma variedade incrível de tipos. Essas fotos que estão no blog são do lançamento deste ano. A peça que mais gostei foi a mesa de centro, achei muito legal!!!

Para a Fibras Arte ser o que é hoje, foi preciso muita fibra de dois irmãos que, ainda menores de idade, já aprendiam o artesanato aplicado em móveis para ajudar a família, em uma pequena fábrica de móveis artesanais.

Depois de alguns anos, começaram a trabalhar em casa, num espaço de 40m², com apenas dois ajudantes. O negócio prosperou e, em 1984, inauguraram seu sonho: uma fábrica em Duque de Caxias, a Fibras Arte.

Em 1999, os dois foram ainda mais longe - firmaram parcerias internacionais para comercializar produtos importados da Indonésia, China, Tailândia e Marrocos em seu showroom, criado há 14 anos.

Atualmente, a empresa possui representantes comerciais em diversos estados brasileiros, com acesso direto à fábrica. Além disso, também trabalham com móveis com design exclusivos, projetados pelo arquiteto Paulo César Pinto.

Visite o site da empresa, que também é lindo e tem sugestões de decoração com o mobiliário www.fibrasarte.com.br

OBS: informações da empresa e as fotos foram fornecidas por Priscila Poubel da Assessorando Comunicação.

10 de jul de 2010

Salve, Jorge!

Essa reportagem saiu no dia 26/06 no Suplemento Casa do Jornal O Estado de SP. Sobre Jorge Zalszupin, um dos designers mais aclamados no Brasil e no mundo.

Momento relax. O arquiteto Jorge Zalszupin junto de sua poltrona Dinamaquesa, de 1959.

É com dificuldade que o arquiteto e designer desce os degraus da escada que liga o piso superior ao estar da casa de 600 m², projetada por ele no Jardim América. "Velhice", brinca o polonês de origem judaica, nascido em 1922 e batizado Jerzy Zalszupin. No Brasil, onde chegou no finalzinho dos anos 40 e depois se naturalizou, virou Jorge.

Da Polônia, não guarda boas lembranças. É o antissemitismo percebido desde a infância, os pais separados, o clima de fuga do nazismo. De lá foi para a Romênia, depois Paris, depois o Rio, depois São Paulo. Quase nonagenário, o homem que em casa dizem ser quietíssimo parece não ter receio de expor cicatrizes - como se pode observar na entrevista publicada nas próximas páginas.

Figura notável na história do design nacional, Zalszupin fundou, dez anos depois de sua chegada ao Brasil, o L’Atelier. A empresa marcou época com seus móveis modernos, que hoje trazem o autor novamente à evidência por conta do interesse do mercado - nacional e internacional - pelo mobiliário brasileiro dos anos 40 aos 70. Não é só. Podem-se conhecer outras contribuições importantes do projetista no texto da professora de História do Design Ethel Leon, publicado à página 12.

Falar mais sobre Jorge Zalszupin, o quê? Que projetou várias arquiteturas, que está na ativa e que tem uma relação uterina coma casa e a vida. Em seus 88 anos recém-completados, uma macarronada com a mulher, as filhas e a neta deu conta da comemoração. Mais Jorge, impossível.

Conforto e história. A sala de estar do lar de Jorge Zalszupin sintetiza memórias de 88 anos. Ao fundo. a escada feita de jacarandá

COMEÇO DE VIDA: arquiteto quis lucrar e levou prejuízo

Era 1949. Antes de imigrar para o Brasil, Jorge Zalszupin tinha o equivalente a US$ 500 em Paris. Pensou em comprar algo para vender mais caro na nova terra. Então, torrou o dinheiro em perfumes franceses, mas tudo foi por água abaixo.

Recém-chegado ao País, tentava vender os frascos e nada. "Ninguém comprou e fiquei a zero", conta. Pior: encontrou um dito "amigo" de seu pai, que pegou a mercadoria e disse que ia vendê-la. "Estou esperando ele voltar há uns 70 anos."

ANÁLISE: ETHEL LEON

Arquiteto, designer e professor

A obra de Jorge Zalszupin ainda vai ganhar muitos volumes em bibliotecas. Sua produção tem facetas a serem estudadas e uma delas é assombrosa. Ele liderou um laboratório de design que atendia simultaneamente a uma empresa de computadores, uma de utensílios plásticos, uma de móveis e outra de ferragens!

Essa experiência rara em todo o mundo foi nos anos 70, quando o grupo Forsa comprou o L’Atelier, de Jorge, que fabricava móveis. Levou junto o passe dele, como diretor de desenvolvimento de produtos. São desse período ousados móveis e utensílios.

No L’Atelier, fundado em 1959, novas peças eram desenvolvidas o tempo todo, usando madeira maciça, como o jacarandá, em desenhos por vezes frugais e modernos, aqui e ali com lembrança do design nórdico; e às vezes exagerados, sem economia de matéria-prima, que atendia a uma clientela rica e desejosa de grandes volumes nos ambientes.

Jorge é reverenciado por muitos que trabalharam com ele, pois conseguia ensinar e incentivar seus colaboradores. Que o digam Oswaldo Mellone e Julio Katinsky, autores de projetos de móveis e utensílios gestados com Zalszupin. Muito me alegra ter apresentado Jorge a Etel Carmona, que reeditou vários móveis dele. Seria fantástico que uma empresa de plásticos produzisse o engenhoso balde de gelo ou os armários Putzkits, grandes projetos sem similar...

* Ethel Leon é editora da revista de design Agitprop (www.agitprop.com.br), professora de história do design e autora de ‘Memórias do Design Brasileiro’ (Ed. Senac)

OBS: informações retiradas do Suplemento Casa e da edição digital do Estadão.
REPORTAGEM Beto Abolafio / PRODUÇÃO Ângela Caçapava / FOTOS Zeca Wittner e Divulgação
Ano 6 - Nº 297 120A 26 de Julho de 2010
(clique no título do post para ir para a página original)

9 de jul de 2010

Pufe Brasilazy

Eu costumo colocar aqui coisas versáteis e que acho bem interessante. E hoje não é diferente. Adorei esse pufe! Aliás, tenho que dizer que tenho uma queda por pufes, acho que eles podem resolver muito bem uma decoração!

Brasilazy é um lounge pufe, que combina na  área interna e externa, resistente ao tempo e a água, está disponível em 13 cores. Luxuoso, moderno e super confortável é bem diferente dos pufes existentes no mercado brasileiro. Brasilazy é um produto 100% brasileiro e significa: relaxar, no-stress, lounge e conforto.

Entre nossos clientes alguns usam as brasilazys na área interna dos seus apartamentos e casas como: sala de tv/som, quarto de brincar das crianças, sala de estar e outros clientes que preferem usar na área externa: Varanda, jardim e área da piscina.

Hotéis, Pousadas e Barracas de praia usam as brasilazys para oferecer um conforto extra e criar um ambiente luxuoso, alguns até alugam as brasilazys para seus clientes. Organizadores de eventos usam as brasilazys para criar um ambiente moderno e relax.

A brasilazy é fabricada no Brasil, vendida via internet pelo site www.brasilazy.com.br (R$ 350 + transporte R$ 45) e enviada para todo o território brasileiro.
O uso da brasilazy é ilimitado.

OBS: gostaria de agradecer à empresa que forneceu todas as informações e fotos para este post.

4 de jul de 2010

Mobiliário Interativo Infantil

Durante todo esse primeiro semestre, as salas do terceiro semestre de Arquitetura e Urbanismo da Uninove, incluindo a minha, projetaram móveis infantis interativos. Esses móveis teriam que ter sua função básica aliada a uma segunda função, que iria gerar a interação com a criança.

Pois bem, meu grupo sorteou CADEIRAS e o conceito era DESLOCAR, ou seja, além da função básica do móvel que é sentar, a criança deveria aprender o conceito também, através da interatividade. Fizemos então, depois de muitos 'brainstormings', duas cadeiras, uma com o Sr. e outra com a Sra. Cabeça de Batata.

O processo construtivo das cadeiras vocês podem ver abaixo, desde a pintura até a montagem:
Created with Admarket's flickrSLiDR.
Depois de todos os móveis confeccionados, já no final do semestre, esses móveis ficaram em exposição na Uninove para que todos pudessem ver o que cada um desenvolveu através dos conceitos selecionados. Foram criadas mesas, cadeiras, estantes, bancos, baús e kits quadro.

Todos os móveis criados, você pode ver na sequência de fotos abaixo:
Created with Admarket's flickrSLiDR.

Depois dessa exposição, a Uninove, em parceria com a coordenadoria do curso, escolheram algumas instituições para fazer a doação desses móveis. Nosso par de cadeiras foi doado para o CACAU - Centro de Apoio às Crianças com Anomalias Urológicas - e no dia da entrega, eu e outros alunos, preparamos atividades para as crianças, entre elas um show de Pirofagia.

Abaixo, seguem as fotos da entrega dos móveis infantis...

Created with Admarket's flickrSLiDR.
Se alguém quiser o contato dos meninos para o show de pirofagia, me avise que eu passo.

Acho que maior que a realização de um bom trabalho, é ver a satisfação das crianças com os móveis, porque não havia nada no centro para elas e agora elas têm uma diversão e podem abstrair o problema da doença brincando!!! Isso sim foi a maior emoção para mim, espero fazer isso sempre, espero sempre ajudar com meus projetos!!!